Automação de Marketing Tagon

Automação de marketing digital: o que é e como exponencia os resultados da empresa?

Não é mais novidade que a automação de marketing digital tem sido aplicada em massa por empresas para obter melhores resultados. Atendendo ao foco e às demandas do Inbound Marketing, as equipes usam essas soluções para personalizar suas mensagens e escalar as ações a fim de atenderem a bases de leads cada vez maiores.

As ferramentas tornam o trabalho simples e automático, permitindo que os profissionais se concentrem em questões analíticas e estratégicas.

Dessa forma, a gestão consegue integrar as estratégias do marketing, obter uma comunicação mais eficiente, conseguir melhor performance e, sobretudo, alcançar números e relatórios claros para mostrar o retorno aos superiores. A empresa, então, cresce com o suporte do marketing e o setor alinhado aos objetivos do negócio.

Tem interesse em saber mais sobre esse importante assunto? Confira!

O que é automação de marketing digital?

A automação de marketing digital é o uso de ferramentas de software para gerenciar o relacionamento e a comunicação com uma base grande de leads nos canais digitais. Essa solução visa a personalizar as mensagens e a estabelecer fluxos de comunicação, de acordo com as preferências, as ações e as condições de cada potencial cliente.

Com essa estratégia, é possível acompanhar as pessoas nos diferentes estágios do funil de vendas, criando um conteúdo específico para cada momento. Assim, a equipe de marketing não corre o risco de enviar ofertas e e-mails totalmente voltados à venda para um lead que não está pronto para a decisão ainda, por exemplo.

Para que seja viável personalizar a comunicação, é preciso coletar dados sobre prospects, e a ferramenta faz isso monitorando suas ações de interação e suas escolhas nos canais da empresa. Se um contato está em determinada página do site, é possível saber. Se ele abriu um e-mail e clicou no link, também é possível saber.

Além disso, os softwares possibilitam a criação de fluxos automáticos de interação que seguem uma estrutura lógica bem semelhante ao funcionamento de uma linguagem de programação. Os profissionais de marketing conseguem definir regras, como: “se o usuário baixar o e-book X, enviar um e-mail Y”. Ou “se o contato preencheu o formulário indicando que sua idade é X, enviar esse conteúdo específico”.

Assim, o time consegue aproveitar as oportunidades de vendas e nutrir os contatos que ainda não estão preparados, de forma automática e precisa. Também é possível testar e ajustar estratégias, caso elas não estejam oferecendo uma boa performance.

Além de tudo isso, existe a opção de acompanhar relatórios, gráficos e dados sobre performance para análises em tempo real. Essa funcionalidade é crucial a fim de oferecer uma visão do desempenho do marketing para os superiores.

Por essa razão, as ferramentas de automação de marketing estão tão fortes no mercado. Segundo o Social Media Today, 75% dos profissionais utilizam ao menos uma delas para administrar as funções do setor, ficando livres dessas obrigações manuais. Dos que não usam ainda, 58% dizem que estão planejando adotar no futuro.

Quais os benefícios da automação?

Veremos, então, quais são os principais benefícios de soluções de automação de marketing digital.

Menos erros

Um dos principais aspectos positivos é a precisão. A automação, no geral, implica menos erros, já que os sistemas funcionam de maneira lógica, seguindo uma árvore de opções bem definida e um fluxograma exato de passos. Se X acontecer, o sistema executa Y.

Não há ambiguidade e nem espaço para dúvidas sobre o que fazer, já que as regras são bem estabelecidas. Também não há distrações e nem cansaço. Assim, a empresa não perde oportunidades de realizar um bom follow-up, por exemplo.

Relacionamento mais profundo

Com uma comunicação específica e segmentada, é possível otimizar o relacionamento com o cliente e a experiência dele.

De fato, a experiência é um resultado comum, já que 45,9% das empresas alegam que esse foi um dos impactos positivos da implantação de automação em seus cenários. Isso ocorre porque o marketing se torna mais relevante, entregando o conteúdo certo no tempo certo e na frequência ideal para os leads.

Em última análise, isso gera fidelização e laços profundos de lealdade. O cliente passa a confiar mais na marca e nas soluções que ela oferece, e esse fator se converte em mais vendas.

Escalabilidade

Outra grande vantagem é a escalabilidade. As ferramentas de automação permitem aumentar dinamicamente a escala e a base de leads, sem que isso altere o funcionamento e a precisão do sistema. Tudo se encaixa nas regras preestabelecidas e nos fluxos já determinados.

Quais as funcionalidades de uma ferramenta de automação de marketing?

O que realmente um sistema desse tipo faz? Vamos analisar neste tópico.

Envio segmentado de e-mails

Com essa solução de marketing, as equipes conseguem automatizar o envio de e-mails e segmentá-los, segundo o que já comentamos. Nesse sentido, estão incluídos:

  • mensagens de autorresposta: e-mails específicos e automáticos para responder a ações determinadas dos usuários, como o download de um material rico;
  • newsletter: envio frequente de mensagens com informações importantes para a persona;
  • fluxos de nutrição: e-mails em sequência que são ativados com alguma ação do contato, a fim de nutrir e preparar as pessoas para o fechamento;
  • promoções: ofertas e e-mails para engajar os contatos a realizarem decisões de compra.

Assim, o time não precisa se preocupar com o envio desses e-mails, somente com o conteúdo. Ou seja, parte importante do processo de aquisição de clientes fica concentrada nesse canal, o que é realidade em 81% das pequenas e médias empresas.

Divisão em listas

Outra possibilidade é a divisão da base em grupos, de acordo com as características dos leads. É possível estabelecer listas estáticas, que são fixas, e dinâmicas, que ganham novos nomes com o passar do tempo.

No setor de educação superior, é possível separar alunos oriundos de educação pública ou privada ou alunos por sua faixa etária, por exemplo. Dessa forma, a empresa consegue abordá-los de maneira diferente, se isso for importante do ponto de vista estratégico.

É viável também definir de acordo com o comportamento: listas de pessoas que baixaram um e-book; listas de contatos que abriram e-mails e clicaram no link; ou de pessoas que já são clientes da companhia.

Essa divisão é a base para a segmentação. É possível criar uma série de listas que variam de acordo com as ações, os gatilhos dos contatos e a quantidade de conteúdo específico que a empresa consegue produzir.

Criação de landing pages, pop-ups e formulários

A gestão também consegue desenvolver landing pages otimizadas, pop-ups para os sites e formulários diretamente nas plataformas de automação. A vantagem de criar nelas é a possibilidade de acompanhar os resultados e centralizar as informações.

Análise de performance

Outra funcionalidade é o poder analítico dessas ferramentas. Nelas, os times são capazes de verificar o desempenho de cada blogpost da empresa, da landing page criada e do e-mail enviado e entender os números de todos os resultados de sucesso ou fracasso das campanhas.

Além disso, é possível monitorar as fontes das conversões e vendas: se vieram de blogs, das redes sociais, do e-mail etc. Desse modo, a gestão consegue aperfeiçoar os pontos fracos e entender quais os melhores canais para os seus clientes.

Qualificação de leads

Existe também a qualificação de leads, que consiste em preparar os contatos e transformá-los em SQL (Sales Qualified Leads). Esse conceito também transmite a ideia de lead scoring, que consiste em definir pontos para cada contato de acordo com seu comportamento e com a proximidade do fechamento e da decisão.

Como fazer uma automação de sucesso?

Inicialmente, é fundamental definir estratégias e os indicadores que serão acompanhados. Nesse primeiro momento, também crucial começar com o objetivo principal da empresa. Então, ela pode avançar para escolher uma solução específica no mercado. É preciso ficar atento a algumas questões, como completude da ferramenta e confiabilidade da marca provedora.

Então, a companhia deve definir as regras dos fluxos de automação que fazem mais sentido para elas e para seus clientes e criar conteúdos que serão entregues em cada ponto. Com o sistema já rodando, é crucial acompanhar e mensurar os resultados e ajustar as abordagens de acordo com os dados.

A automação de marketing digital é imprescindível para que empresas obtenham resultados otimizados. Com uma comunicação mais eficiente e segmentada, elas conseguem diminuir o custo de aquisição de clientes e aperfeiçoar o relacionamento, com menos erros e com a possibilidade de escalabilidade.

Então, o que achou deste conteúdo? Deixe nos comentários sua opinião sobre o tema!

You May Also Like

Closeup of woman doing online shopping on digital tablet at cafeteria. Woman buy elegant shoes on online market website. Back view of two girls using digital tablet to shop online.

Funil de vendas: o que é, quais as suas etapas e quais os seus benefícios para o negócio?

presença digital

Presença digital: descubra agora o que é e como conquistá-la

marketing digital combater a crise

Conheça 7 dicas de marketing digital para combater a crise

marketing nas redes sociais

Marketing nas redes sociais: 7 cuidados que você deve tomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bitnami