Tagon8 Blog

Como funciona Fundo de Marketing de uma Rede de Franquias

Como funciona Fundo de Marketing de uma Rede de Franquias

*Por Filomena Garcia

“Ao pesquisar as várias franquias que existem no mercado, o empreendedor vai reparar que os franqueados costumam pagar duas taxas mensais: royalties (que é uma remuneração à empresa franqueadora pelo direito de usar a sua marca) e taxa de propaganda (dinheiro destinado ao fundo de marketing).

Mas muitos se perguntam se é mesmo necessário a empresa franqueadora cobrar uma taxa de propaganda. E a resposta, na maioria dos casos, é sim. A força do marketing de uma rede de franquia é um dos seus grandes diferencias. Afinal, o empreendedor terá uma estrutura melhor e mais agressiva para divulgar sua marca e sua unidade se fizer parte de uma rede do que se montar um negócio sozinho.

O fundo de marketing ou de propaganda nada mais é do que o resultado da soma da contribuição paga por cada franqueado para custear as ações de marketing da rede e assim aumentar as chances da franquia em atrair e manter clientes.

Esse dinheiro deve ser administrado pela franqueadora. Mas é preciso destacar que a verba do fundo é um recurso da rede de franqueados. O papel da franqueadora é simplesmente o de administrar esse dinheiro com o intuito de maximizar as ações demarketing da rede.

Para entendermos melhor o conceito, podemos comparar o fundo com um condomínio residencial. Os moradores pagam um valor à administradora, que gere esses recursos em prol do bem comum. Por isso, essa administradora não está autorizada a usar o dinheiro para fins próprios, e sim apenas nas áreas de interesse coletivo.

Uma das principais vantagens do fundo está no envolvimento e comprometimento que toda a rede passa a ter sobre as ações de marketing. Afinal, o sucesso das ações depende principalmente do esforço conjunto.

Além disso, ao permitir que o franqueado opine e dê sugestões para as ações de marketing, o franqueador aumenta as chances de melhorar o desempenho da rede já que, em muitos casos, as ideias que surgem na ponta da operação resultam não apenas em novas campanhas como até em novos produtos.

O fundo permite a execução de ações mais amplas, pois captando uma pequena quantia de cada franqueado, consegue centralizar um montante suficiente para viabilizar ações maiores. Ou seja, à medida que a rede cresce, cresce também o tamanho do “bolo”, o que permitirá que a franquia esteja presente em mídias mais caras.

Assim, a veiculação de um filme publicitário no intervalo da novela das nove, por exemplo, é possível reunindo os pagamentos de toda a rede. É por essas e outras que se torna necessário – e interessante – pagar uma taxa de propaganda.”

*Filomena Garcia – Sócia-diretora da Franchise Store, é especialista em marketing e atua há 20 anos nas áreas de negócios , varejo e Franchising. Co-autora dos livros “Franchising – Uma estratégia para expansão de negócios e “Marketing para Franquias”

Estagiária de Conteúdo na Tagon8. 25 anos, paulistana, cursa Engenharia de Software. Blogueira, meio nerd, meio perua, não dispensa um bom livro, ama pets, viciada em café, louca por sapatos e maquiagem.